O Apanhador no Campo de Centeio ( J. D. Salinger )

10:58:00



Nome: O apanhador no Campo de Centeio
Autor:  J. D. Salinger
Editora: Editora do autor
Págs: 180
Skoob : Adicione
Onde comprarSaraiva / Cultura


Sinopse:

À espera no centeio (O Apanhador no Campo de Centeio na edição brasileira) narra um fim-de-semana na vida de Holden Caulfield, jovem de 16 anos vindo de uma família abastada de Nova York. Holden, estudante de um reputado internato para rapazes, volta para casa mais cedo no inverno depois de ter recebido más notas em quase todas as matérias e ter sido expulso. No regresso a casa, decide fazer um périplo adiando assim o confronto com a família. Holden vai refletindo sobre a sua curta vida, repassa sua peculiar visão de mundo e tenta definir alguma diretriz para seu futuro. Antes de enfrentar os pais, procura algumas pessoas importantes para si (um professor, uma antiga namorada, a sua irmãzinha) e tenta explicar-lhes a confusão que passa pela sua cabeça. Foi este livro que criou a cultura-jovem, pois na época em que foi escrito, a adolescência era apenas considerada uma passagem entre a juventudade e a fase adulta, que não tinha importância. Mas esse livro mostrou o valor da adolescência, mostrando como os adolescentes pensam.


Eu sempre ouvi falar desse livro, mas nunca me interessei. A última vez que vi indicação dele foi no livro " As vantagens de Ser invisível " ( Resenha AQUI ) .
Então resolvi ler. Eu não conhecia a sinopse, até a porque a edição que li não há escrito nada, assim eu não sabia o que esperar.

O livro é narrado pelo Holden, um garoto de 16 anos, que conta um final - de - semana da vida dele.

Holden estuda num internato apenas para rapazes e após ele reprovar em quase todas as matérias e ser expulso, ele decide ir embora dessa escola antes que seus pais recebam a notícia.

"Não queria estar por perto na hora em que eles recebessem a carta. Minha mãe fica muito histérica. Mas melhora bastante depois que digere um troço completamente."


Após a fuga, o garoto começa a perambular por Nova York, se hospedando em alguns lugares, vagando pelas ruas, sempre bebendo, fumando e à procura de alguém para conversar!
Mas por ser extremamente crítico, ele acaba sempre reclamando e não gostando de alguma coisa ou de alguém. 

Ele se mete em algumas situações complicadas e meio constrangedoras. Mas ele consegue dar a volta por cima.

Num determinado momento da história ele decide ir embora de vez, e passa em sua casa ( escondido) para se despedir de sua irmãzinha , Phoebe, do qual ele admira muito, e não esconde isso no livro!!

Só que algumas coisas mudam em seus planos.



Holden sempre usa esse chapéu, e depois ele dá para sua irmãzinha.

Eu sempre pensei que a história fosse ter relação com algum campo de centeio mesmo.
Mas num determinado momento da história eu percebi que não é bem assim, que há muita coisa por desse título e que é bem mais profundo do que imagina.
Quando acabei de ler fiquei e ainda estou com o livro na cabeça.

Super Indico o livro, vale a pena ler e ensina uma lição e tanto.


"Tomara que quando eu morrer alguém tenha a feliz idéia de me atirar num rio ou coisa parecida. Tudo, menos me enfiar numa porcaria dum cemitério. Gente vindo todo domingo botar um ramo de flores em cima da barriga do infeliz, e toda essa baboseira. Quem é que quer flores depois de morto? Ninguém."



Espero que tenha gostado...
Beijinhus e até a próxima...

Jéssica Tolare

You Might Also Like

0 comentários

Amazon

Amazon