[ Café da Madrugada ] #1 - Sonhos Particulares (Isabela Menezes)

<3
Oi gente, Tudo bem?
As melhores ideias que tive sempre vieram na calada da noite. Costumo dizer que troco o dia pela noite  ( mesmo sem poder ou sem aguentar no dia seguinte ) . Pra mim é o momento ideal pra tudo! Ler, escrever, pensar... Certa vez vi, não lembro quem, postar que " Talvez a noite seja para pensar e não para dormir" . Concordo com essa pessoa. 
Eu sempre gostei de textos, seja sobre romance, amor, amizade, sentimentos bons e ruins. E sempre quis criar um coluna aqui no blog onde iria postar esses textos. De diversos tipo de autores ( talvez alguma de minha autoria, mentira ) . 
Então, resolvi criar a coluna " Café da Madrugada " , onde irei postar textos e o que mais achar interessante sobre literatura e afins. 
E para abrir o primeiro post, um texto que encontrei no site Sentimentalismo. Eu adorei esse texto e queria compartilhar aqui. 



Sonhos Particulares

Eu e esse meu jeito meio incompreensível. Faço brigadeiro de panela, ou tomo vinho nas sextas à noite. Meus melhores pensamentos veem exatamente quando abro a geladeira. As musicas que venho escutado ultimamente me levam para diversas dimensões, que acabo me sentindo compreendida, mas me perco com os significados das poesias em forma de melodia. Se eu pudesse dizer a aquelas canções o quanto eu as amo, e abraça-las em seguida, pode ter certeza que eu faria. E não, eu não falo isso pra ninguém. Já basta eu para não compreender essas minhas maluquices.

Porque metade de mim é abrigo, e a outra é cansaço – mas essa parte ninguém precisa saber. Eu sou apenas mais uma pessoa normal diante dos olhos dos outros, aquela que sorri pros velhinhos e brinca com crianças no meio de um quarteirão, ou em uma fila qualquer, que reza toda noite, e que ainda possui um punhado de alguns sonhos palpáveis. E que assim prevaleça. Explicar-me, é incompreender-me. E desse jeito vou guardando tudo comigo, desde as risadas da madrugada até as lagrimas mais geladas. Pois só eu conheço a alegria que chega, e principalmente a dor que fica.

Quando estou sozinha, acabo morrendo comigo mesma. Fico planejando e ensaiando diálogos que nunca sairão do rascunho da minha mente. Sinto-me idiota, ora feliz com meu momento de calma. Porque quando não me resta ao menos solidão, apenas me resta. E no escuro do meu quarto, acompanhada com mais alguma musica do Montenegro me lembro como a solidão já me fez tanta companhia.

Tenho gostos um tanto quanto peculiares. Sonhos particulares. O mundo aqui dentro de mim é uma comedia romântica do Woody Allen com a Sophia Coppola. Do meu modo, vou caminhando entre olhares de penumbra e afeto, aguardando o dia que serei desvendado e posto ao tão ansiado, - mesmo que eu não admita – amor. Mesmo presa a alguns sentimentos passados, sei que  o tal amor é um tipo de aroma que perfuma a alma  de forma tão suave que acaba embelezando a vida. De dentro pra fora. Porque é assim que deve ser, não é mesmo?

Mesmo eu sendo alguém tão abstrata, espero ser a verdade que sou pra mim, para com quem eu amo, e quem irei amar. E que minhas fantasias, alegrias, insegurança, tristezas, e crenças sejam partilhadas com clareza. Porque de verdade, lá no fundo, só eu sei as dores e as alegrias que venho carregando no coração. 

- Isabela Menezes


Espero que tenha gostado!

Beijinhos e até a próxima...

Jéssica Tolare

Sr. Daniels ( Brittainy C. Cherry )

<3


Nome:  Sr. Daniels
Autor:  Brittainy C. Cherry
Editora: Record
Págs: 320
Skoob: Adicione

Sinopse:

Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings vê sua vida mudar completamente. Além de ter de aprender a conviver sem parte de si mesma, ela precisa se adaptar a uma nova rotina. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood, Wisconsin, carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã. Na estação de trem Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. Ao sentir-se esperançosa quanto a sua nova vida, Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor. E não consegue acreditar quando descobre, no primeiro dia de aula, que Daniel, o belo músico de olhos azuis com quem já está completamente envolvida, é o Sr. Daniels, seu professor de inglês. Desorientados, eles precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, eles ainda precisam tentar de todas as formas superar os antigos problemas e sobreviver a novos e inesperados conflitos.

Desde que vi esse lançamento, enfiei na cabeça que tinha que lê-lo . Desde a capa, o título, que a principio pareceu ser um romance histórico, até a sinopse que considerei a cereja do bolo e o estopim. Podia jurar que tinha uma voz insistente dentro da minha cabecinha dizendo “ Corra, leia... Você não faz ideia do que está perdendo!”

Pode parecer loucura, talvez seja... nunca fui normal ( hahah) Mas tenho muito disso, que quando invoco com um livro tenho que lê-lo.  Uma outra coisa que acontece, já percebi mas nunca comentei é que quando leio um  livro e gosto muito dele, raramente faço resenha aqui no blog. O por que?  A princípio não fazia ideia! Reparei que toda vez que começo a escrever a resenha, eu travo. Achei poderia ser algo que estivesse me perturbando e impedindo de escrever. E eu estava certa. Realmente há algo que me impede disso. Quando gosto muito do livro, não sei bem como resenhar, como se as palavras fugissem e acabo não conseguindo me expressar da maneira que eu queria e a resenha fica uma merda. E por isso, acabo desistindo dela e partindo para outra.
Mas acontece que eu quero mudar isso, quero escrever sobre os meus livros favoritos da maneira “certa”.


E pela primeira vez aconteceu que eu li um livro, que adorei, comecei a resenhar e não travei. E esse livro é o Sr. Daniels.

O livro conta a história de Ashlyn, uma garota de 19 anos, que acaba de perder a irmã gêmea, Gabrielle ( Gaby). Com isso, sua mãe a manda morar com o pai, em Edgewood, que as abandonaram quando mais nova.
Ela viaja para lá de trem, levando poucas coisas, uma mala, um baú da sua irmã... No caminho, ela conhece um músico, Daniel, que sem duvida, é lindo e gentil, um pedaço de mal caminho , os dois sentem algo um pelo outro imediatamente.

Não é apenas a atração que eles tem em comum. Daniel também está passando por momentos difíceis. Tem problemas com o irmão. Perdeu a mãe e em menos de um ano o pai. É como se a dor da perda os unisse e isso os consolasse. As pessoas sempre dizem quando você perde alguém, que tudo vai ficar bem. Sim, de fato tudo fica bem, a vida segue, mas isso não quer dizer que pra pessoa que sofreu a perda melhore. Talvez doa menos com as lembranças dos melhores momentos.

Com isso, eles se envolvem. Quando as aulas começam, Ashlyn descobre que seu professor é o Daniel, ou melhor, Sr. Daniels. Os dois bem que tentam se afastar, mas é claro que não conseguem. Eles vivem se encontrando em segredo.



“...Você merece ser o refrão da música favorita de uma pessoa..." (Daniel)

Daniel é professor de inglês e apaixonado por Shakespeare, assim como Ashlyn, que quer ser escritora. Os dois vivem recitando trechos de várias obras do autor. O que ficou um pouco forçado, já que precisa ter uma ótima memória para lembrar tantos trechos. Mas, ao mesmo tempo, me fez ter vontade de ler algumas todas as obras dele. Além disso, Daniel faz parte de uma banda a Romeo’s Quest, que criam suas músicas baseadas nas obras de Shakespeare, o que achei muito diferente, inusitado e legal. Não sei, mas algo me diz que eu iria ouvir e gostar das músicas dessa banda, se fosse na vida real.



Outra coisa interessante é que cada começo de capítulo tem um trecho da música da banda.
Teve momentos nesse livro que senti como se meu coração tivesse sido arrancado do peito e posto de volta, que quem fica quebrado é o leitor.

Ashlyn é uma garota muito forte, mas ao mesmo tempo frágil e quebrada demais. Ela enfrenta  e sente muita coisa. Além disso, há a relação entre ela e Daniel, que apesar dele estar com 22/23 anos, é seu professor. No meio disso tudo há a relação conturbada com o pai.  



A Gabrielle deixou para a Ash um baú cheio de cartas e uma lista, que ela só poderia abrir as cartas se cumprisse o que está na lista.
Quando aparecem as cartas da Gaby,  a forma como ela são escritas e de como ela é me causa uma tremenda emoção. Me faz desejar que a autora escreva um outro livro contando a história da Gaby.

O livro tem o romance.  A pitada do bom e velho New Adult, que adoro.  A autora soube escrever essas partes com uma sutileza tremenda, mas também soube retratar a paixão entre os dois. Isso deixou a história um pouco mais real. Os capítulos são contados pelo ponto de vista da Ash e do Dan, o que deixou mais interessante à história.

Mas ela pecou um pouco no final, correu um pouco com a história. Poderia ter escrito melhor. Mas isso não quer dizer que o livro seja ruim, pelo contrario, eu adorei e o acho muito bom. É uma história bonita, com uma temática dolorosa e bela, e que deve ser lido. 



E para a felicidade dos leitores a autora estará aqui no Brasil para o lançamento no #MochilãoRecord

O evento irá ocorrer em outras cidades, confiram:

05/06: http://bit.ly/MochilãoRecordPortoAlegre
06/06: http://bit.ly/MochilãoRecordFloripa
07/06: http://bit.ly/MochilãoRecordCuritiba
11/06: http://bit.ly/MochilãoRecordBrasília
13/06: http://bit.ly/MochilãoRecordBH


Espero que tenha gostado!
Beijinhos e até a próxima...

Jéssica Tolare

Eu participo: Book Tour Os Sonhos de Rita ( Gislaine Oliveira )



Sinopse: 
Prever o futuro em sonhos era um dom divertido para Rita. Até ela sonhar com o próprio casamento, cujo noivo não é Felipe, seu amado namorado. Ao saberem disso, os dois partem junto com os amigos numa jornada para mudar esse cruel destino. Mas tudo se complica quando Rita conhece Thiago, o noivo.

Eu não  conhecia a autora, mas assim que vi  o seu livro, ele me chamou a atenção. A sinopse deixa sua cabeça cheia de pensamentos sobre o que vai acontecer com Rita. 
Achei a capa muito fofa.
Estou ansiosa pra ler.

Para saber mais sobre o livro:
Acesse ao Book Trailer AQUI 
Adicione no Skoob





Beijinhos e até a próxima...


Jéssica Tolare

Amazon

Amazon