UM POÇO DE LEMBRANÇAS E A ESPERANÇA DE UM FUTURO

07:30:00




Juro que é o último texto nostálgico de 2016. Podemos definir esse ano como várias coisas. Caos é um deles. Vemos uma série de coisas acontecerem. Uma presidente ser deposta. Escândalos e corrupção. Guerras. Tantos acidentes. Autores falecerem. Mortes. Um país rumo a ruína. Foram tantas coisas que não faço ideia por onde começar.
A cada coisa que acontecia, um novo ensinamento, um novo aprendizado. A vida passa tão rápida diante dos nossos olhos, principalmente, quando paramos de prestar atenção nela e vivemos em modo automático, que nem percebemos o quanto estamos perdendo. Melhor, só nos damos conta, quando realmente perdemos.
Não fiz um post em homenagem, porque nunca fui muito de falar da saga aqui no blog, mesmo sendo fã (erro meu, vou consertar, Ok?!). A morte de Carrie Fisher e sua mãe, fiquei tão em choque, mas, ao mesmo tempo, me mostrou como a vida pode acabar, assim, de repente, de uma hora para a outra. A morte de sua mãe, Debbie, no dia seguinte, me deixou mais ainda chocada. A morte em si não é fácil para qualquer pessoa. Mas uma mãe perder sua filha, menos ainda.
Vemos a Guerra acontecendo nos outros lugares. Queria poder ajudar, melhor, quero, mas não faço ideia de como.
O medo das mulheres em andar na rua. Sei o que é, porque sinto o mesmo. É horrível saber que tem pessoas que podem te machucar a qualquer momento. E o medo que vive dentro de nós é inimaginável. Queremos cada vez mais direitos, segurança, uma vida sem o medo.
Os protestos de um país em estado de calamidade. Onde o desemprego sobe a cada dia e as pessoas vão tendo menos dinheiro para as coisas mais básicas da necessidade humana. Temos que sempre dar um jeito de pagar as contas, mesmo com o dinheiro não entrando dentro de casa. Como viver, sustentar uma família nessas condições?
Mesmo com a internet, ainda é difícil chegar informação para algumas pessoas. As que chegam, muitas vezes, são sensacionalistas. Distorcem a realidade.
As pessoas julgam muito sem ter conhecimentos reais dos fatos. Tudo passou para uma questão de divisão de dois partidos. Ou você é da direita ou da esquerda. Penso diferente. Ainda mais nessa situação em que estamos, há uma necessidade muito grande de se juntar e colocar governantes, que não importa o partido, mas que realmente faça algo para que o país saia do buraco que está cada vez mais se afundando.
A realidade está nos atingindo cada vez mais. E não sabemos o que fazer. Ninguém sabe. A única coisa que temos é a esperança que as coisas mude. Uma coisa que esperamos que ninguém tire de nós.
A espera da melhora, não apenas na economia, mas nas próprias pessoas. A guerra, a fome, o esquecimento dos países pobres. Realmente, durante aquela contagem regressiva, faltando poucos minutos para a virada, esperamos um começo bom, uma vida melhor, um ano melhor. Todos os anos fazemos promessas para melhorar, está na hora de cumprir cada uma delas.
Não podemos ficar parados esperando tudo melhorar. Temos que começar por nós mesmos. A sermos honestos, começar com um não furar fila, pequenos gestos que farão realmente a diferença. Isso muda o Mundo.
Enquanto podemos definir 2016 como o CAOS, 2017 fica com a ESPERANÇA.


Um Feliz Ano Novo para todas as pessoas,
Beijos e até a próxima,
Jéssica Tolare

You Might Also Like

0 comentários

Amazon

Amazon