MELHORES LIVROS DE 2016

08:30:00



Oi gente, hoje vim trazer os melhores livros que li durante 2016. Queria poder colocar mais, mas a lista ficaria gigantesca.


A livraria dos finais felizes – Katarina Bivald
Esse livro me encantou de todas as formas possíveis e me fez, ainda mais, querer abrir uma livraria.


Sara tem 28 anos e nunca saiu da Suécia — a não ser através dos (vários) livros que lê. Quando sua amiga Amy, uma senhora com quem troca livros pelo correio há anos, a convida para visitá-la na cidade de Broken Wheel, Iowa, Sara decide se aventurar. Mas ao chegar lá, descobre que Amy faleceu. Sara se vê desacompanhada na casa da amiga, em uma cidade muito pequena, e começa a pensar que talvez esse não seja o tipo de férias que havia planejado. Com o tempo, Sara descobre que não está sozinha. Nessa cidade isolada e antiga, estão todas as pessoas que ela conheceu através das cartas da amiga: o pobre George, a destemida Grace, a certinha Caroline e Tom, o amado sobrinho de Amy. Logo Sara percebe que Broken Wheel precisa desesperadamente de alguma aventura, um pouquinho de autoajuda e talvez uma pitada de romance. Resumindo: a cidade precisa de uma livraria.


O vilarejo – Raphael Montes
Um livro com vários contos, mas que, de alguma forma, se interligam. Confesso que o primeiro conto chegou a me embrulhar o estômago, mas foi tão bom. Não vejo a hora de ler “Jantar Secreto”, me apaixonei só pelo booktrailer.


Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome.

As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.


Suicidas – Raphael Montes
Suicidas foi o primeiro livro do autor, que me fez ficar encantada por ele. A escrita é rápida, fluída e extremamente boa, sem contar, que a história que ele criou é sensacional.


Um porão, nove jovens e uma Magnum 608. O que poderia ter levado universitários da elite carioca – e aparentemente sem problemas – a participarem de uma roleta-russa?

Um ano depois do trágico evento, que terminou de forma violenta e bizarramente misteriosa, uma nova pista, até então mantida em segredo pela polícia, ilumina o nebuloso caso. Sob o comando da delegada Diana Guimarães, as mães desses jovens são reunidas para tentar entender o que realmente aconteceu, e os motivos que levaram seus filhos a cometerem suicídio.

Por meio da leitura das anotações feitas por um dos suicidas durante o fatídico episódio, as mães são submersas no turbilhão de momentos que culminaram na morte dos seus filhos. A reunião se dá em clima de tensão absoluta, verdades são ditas sem a falsa piedade das máscaras sociais e, sorrateiramente, algo muito maior começa a se revelar.


Talvez um dia – Colleen Hoover
O romance mais lindo, que conquistou meu coração. Ele envolve música, foi criado uma playlist especialmente para o livro. Ele é maravilhoso, todos deveriam ler.


Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.


Soppy – Phillipa Rice
A HQ mais fofa. Ela mostra 'cenas' do cotidiano de um casal.


Soppy os pequenos detalhes do amor, de Philippa Rice, é uma reunião de bem-humoradas tirinhas criadas a partir de momentos da vida real da designer britânica com seu namorado. Bastante popular na web, com mais de meio milhão de postagens no Tumblr, Soppy conquistou as redes sociais com declarações de amor escondidas nos detalhes do cotidiano de um relacionamento, como dividir uma xícara de chá, a leitura de um livro ou comentários irônicos à frente da TV numa tarde chuvosa. As charmosas ilustrações capturam com delicadeza a experiência universal de dividir uma vida a dois, e celebram a beleza de encontrar o amor em todo lugar. Soppy chega às prateleiras pelo Fábrica231, o selo de entretenimento da Rocco, a tempo de se tornar uma ótima opção de presente para o Dia dos Namorados.


O desapego rebelde do coração – Bianca Briones
Sou apaixonada por essa série e finalmente consegui ler e descobrir com quem a Branca escolhe. Não tenho nem palavras para dizer, só sentir, mesmo.


Quando um amor do passado ressurge e sentimentos mal resolvidos vêm à tona, é preciso decidir entre lutar pelo que se quer ou fugir — e pôr em risco a própria felicidade. Branca sempre foi uma mulher independente, que não pensava em se casar tão cedo — até conhecer Lex. Entre idas e vindas, eles se casaram e se divorciaram menos de um ano depois. Ela levou um tempo para superar a perda e, sem esperar muito, começou com Rodrigo um perigoso jogo de gato e rato.

Rodrigo tinha uma queda por Branca quando mais novo, mas hoje a enxerga apenas como a razão de uma paixonite adolescente. O que ele esconde de todos — até de si mesmo — é quanto todas as perdas que sofreu o afetaram, e o único modo de lidar com isso é fingir não sentir nada.

Lex ficou muito tempo afastado de todos que amava, trabalhando em outra cidade e tentando seguir em frente, como sempre fez. Sua intenção era voltar apenas para o casamento de amigos, mas a vida tinha outros planos para ele.

Agora os três precisam lidar com o que está acontecendo — e mais, com o bebê que surge com Lex. Quanto a mágoa pode afastar duas pessoas que se amam? Como encarar uma situação em que pelo menos um deles certamente sairá ferido?

A série Batidas Perdidas está de volta, com um dos volumes mais aguardados e a pergunta que não quer calar: De quem será o coração de Branca?


Sofia – Mai Passos G.
Sofia foi o livro que recebi em ebook pela Mai, parceira do blog. E é um romance nacional tão lindo. Fala de superação, busca, amores e perdas. Só leiam ele.


Sophie nunca aceitou a morte de Sofia, a irmã mais velha. Um dia ela tinha sido acordada pelas sirenes e, no outro, presenciara o enterro da irmã. Aos seis anos de idade, teve que lidar com a dura realidade de ver sua mãe lutando todos os dias para sobreviver, e ver seu pai cada vez mais ausente. Os anos passaram-se, com ele veio o divórcio, e o que sobrara de sua família se ruíra: seu pai encontrara uma nova família; e sua mãe mantinha-se inerte em si mesma. Aos 18 anos Sophie arrumou as malas e embarcou em uma alucinante jornada atrás da única coisa que sobrara de Sofia: seu coração – agora batendo no peito de um estranho. Sophie saiu de casa no meio da noite, deixando apenas um bilhete para a mãe: “Vou atrás de Sofia, mamãe. Vou consertar essa bagunça”.


Beijos e até a próxima,
Jéssica Tolare


You Might Also Like

0 comentários

Amazon

Amazon