RESENHA – A LIVRARIA DOS FINAIS FELIZES – KATARINA BIVALD

08:00:00





Título: A livraria dos finais felizes
Autora: Katarina Bivald
Editora: Suma de Letras
Páginas: 336
Ano: 2016
Gênero: Romance Contemporâneo

Sinopse:
Sara tem 28 anos e nunca saiu da Suécia — a não ser através dos (vários) livros que lê. Quando sua amiga Amy, uma senhora com quem troca livros pelo correio há anos, a convida para visitá-la na cidade de Broken Wheel, Iowa, Sara decide se aventurar. Mas ao chegar lá, descobre que Amy faleceu. Sara se vê desacompanhada na casa da amiga, em uma cidade muito pequena, e começa a pensar que talvez esse não seja o tipo de férias que havia planejado.Com o tempo, Sara descobre que não está sozinha. Nessa cidade isolada e antiga, estão todas as pessoas que ela conheceu através das cartas da amiga: o pobre George, a destemida Grace, a certinha Caroline e Tom, o amado sobrinho de Amy. Logo Sara percebe que Broken Wheel precisa desesperadamente de alguma aventura, um pouquinho de autoajuda e talvez uma pitada de romance. Resumindo: a cidade precisa de uma livraria.


Começamos com Sara, ela mora na Suécia, é uma Bookaholic e troca cartas e livros com Amy, uma senhora que mora em uma cidadezinha chamada Broken Wheel, Iowa. Essa amizade é de anos e durante todo esse tempo Amy sempre convida Sara para visitá-la.

Depois de todos esses anos, Sara decide aceitar o convite e sair da Suécia, mas ao chegar na cidade, descobre que Amy faleceu. E todos os seus planos muda. Por ser uma cidade bem pequena, ela se sente só, mas aos poucos vai conhecendo os moradores de lá. Pessoas do qual Amy descrevia em suas cartas. Sara, então, percebe que a cidade precisa de algo, por isso, ela resolve abrir uma livraria. Deixando todo mundo surpreso por ela querer abrir uma livraria em uma cidade que quase ninguém lê.

Sempre achei que era errado julgar livros ou pessoas pela capa.”

Aparentemente, pode ser considerada uma história cheia de clichês (e sim, adoro histórias assim), mas não se deixe enganar, a sacada do livro é a própria protagonista gostar de ler (isso foi algo maravilhoso) e fica muito interessante ver ela conquistando cada habitante daquela pequena e peculiar cidade através dos livros. Pessoalmente, fiquei encantada com ele, porque me fez enxergar algo que nem eu mesma sabia que queria e que estava na minha frente.

Quando me aposentar (se eu conseguir, né, devido aos últimos acontecimentos no país) pretendo voltar para a cidadezinha em que nasci e abrir uma livraria, mas isso são planos, que sei que pode mudar. O futuro é tão incerto.

Voltando para o livro. Ele é um romance encantador, leve, cativante. Nos deixa (ainda mais) apaixonado por livros. Em certos momentos, lemos pequenas opiniões a respeito de outros livros e é interessante o quanto a autora deixou isso próximo da realidade em que vivemos. 

Sara nos mostra aquelas pequenas manias que leitor tem, como cheirar livros, abrir de uma forma que não marque. Ela aborda o preconceito literário, que muitas vezes temos, sem ao menos ler a obra para saber se de fato é boa.

É um romance para nos distrair, mas, ao mesmo tempo, tem a capacidade de nos ensinar pequenas lições, que são extremamente importantes, e que só uma cidade pequena, um bom livro e uma livraria tem para oferecer.

Certas obras são terminadas com um sorriso no rosto, fazendo com que o leitor pense que o mundo é um pouco mais louco, estranho e bonito quando as lê.”

Beijos e até a próxima,
Jéssica Tolare

You Might Also Like

0 comentários

Amazon

Amazon